Moinhos esforçam-se para manter cotações de farinhas diante de incerteza cambial

Por Maíra Laskoski

Agressividade é a palavra que se ausentou do mercado de farinhas nos últimos dois meses. O mercado continua retraído e com forte pressão do lado comprador por menores cotações de farinhas.

A incógnita neste momento é o dólar, que, dependendo do resultado das eleições do dia (07) pode recuar ou escalar patamares mais altos de preços. Logo, a alta dos custos de produção está na dependência do câmbio, o qual define os preços de importação do trigo argentino e, consequentemente, da tonelada do cereal no mercado interno, que acompanha a paridade de importação.

Continue lendo em http://www.afnews.com.br/balanco-semanal-de-farinhas/moinhos-esforcam-se-para-manter-cotacoes-de-farinhas-diante-de-incerteza-cambial.html

Mais Notícias