Retração do consumidor final mantém período de recessão no mercado de farinhas

Por Maíra Laskoski

O mercado de farinhas ainda não ganhou velocidade de vendas, pois a demanda pelo produto continua retraída. A estagnação nas vendas das farinhas é resultado do menor consumo de massas, biscoitos e pães em geral pelo consumidor final, que diante do período pré-eleitoral costuma optar por uma postura retraída. Assim, o efeito cascata deste desaquecimento da demanda reflete tanto nas indústrias compradoras de farinhas, como nos moinhos de trigo.

A indústria reage diminuindo o ritmo da produção e pressionando por menores cotações de farinhas. Por outro lado, os moinhos reduzem a moagem e tentam manter os preços, pois o trigo precificado a um dólar acima de R$4,10 inviabiliza vender a farinha a menores cotações.

Continue lendo em http://www.afnews.com.br/balanco-semanal-de-farinhas/retracao-do-consumidor-final-mantem-periodo-de-recessao-no-mercado-de-farinhas.html

Mais Notícias